Alimentação saudável desde a primeira infância

Estimulando os cuidados com a alimentação desde cedo, o Colégio Medianeira promove aulas especiais para os estudantes

11/03/2020 Notícias| Alimentação Saudável

O fim das férias traz consigo apreensões que vão desde a adaptação dos estudantes a um novo ambiente até a alimentação saudável dos pequenos. A rotina intensa de estudos e trabalho pode ser um obstáculo com relação aos cuidados alimentares, mas os pais devem ficar sempre atentos à nutrição adequada de seus filhos.

Uma alimentação saudável traz diversos benefícios às pessoas. Além da melhora no sistema imunológico, na qualidade do sono, no trânsito intestinal, na capacidade de concentração e no humor, o balanceamento alimentar contribuí para a manutenção da estrutura física ideal à cada faixa etária. Afinal, a nutrição adequada é essencial em todas as fases da nossa vida.

No caso das crianças, é fundamental que, desde a primeira infância, a alimentação esteja voltada para o crescimento de ossos, pele, músculos e órgãos. Pois é nessa fase que se brinca, pula, aprende a ler e a escrever… Logo, uma alimentação balanceada é imprescindível, pois é necessário ter energia para a realização de todas essas atividades. Além disso, é nessa época que se adquire hábitos alimentares, “aprendendo-se” a gostar ou não de certos alimentos.

E uma alimentação saudável, ao contrário do que muitos pensam, não é necessariamente uma alimentação cheia de restrições e sem sabor. É, isto sim, aquela que garante ao organismo o recebimento de todos os nutrientes necessários. Então, para uma alimentação realmente saudável, é preciso que haja variedade, equilíbrio, quantidade e segurança com relação aos alimentos que estão sendo ingeridos.

As Orientadora Katia Sampaio (Pedagógica) e Simone Timossi (de Aprendizagem) da Educação Infantil reiteram a importância desse assunto no contexto dos pequenos. Segundo elas, a criança que está bem alimentada tem maior participação nas atividades e estratégias. Então, durante os momentos coletivos de alimentação, os estudantes interagem, brincam, conversam, o que torna essa situação mais prazerosa e descontraída.

Pirâmide alimentar

A pirâmide alimentar tem como função a orientação acerca das necessidades alimentares, como foco à necessidade de se pensar em variedade e equilíbrio diariamente. Além de ajudar na orientação a respeito dos nutrientes que devem estar presentes em nossa dieta, ela distribuí os grupos alimentares em níveis, segundo as recomendações em quilocalorias.

Na base, temos o arroz, pão, massas, raízes e tubérculos, os grupos responsáveis por fornecer energia. No segundo nível, temos legumes, verduras e frutas, alimentos ricos em vitaminas, minerais e fibras. Já no terceiro estão reunidos os grupos do leite e produtos lácteos, carnes, ovos e feijões e oleaginosas, grupo rico em proteínas. E, por fim, temos o topo da pirâmide com óleos, gorduras e açúcares e doces, que deve ser consumido de maneira moderada.

Além dessas orientações, na pirâmide alimentar, observa-se a recomendação para a realização de atividades físicas, a necessidade de se realizar 6 refeições diariamente e a indispensabilidade de se beber, no mínimo, 2 litros de água por dia.

10 passos para uma alimentação saudável

  1.  Faça pelo menos três refeições (café da manhã, almoço e jantar) e dois lanches saudáveis por dia. Não pule as refeições.
  2. Inclua diariamente seis porções do grupo de cereais (arroz, milho, trigo, pães e massas), tubérculos como as batatas e raízes como a mandioca/macaxeira/aipim nas refeições. Dê preferência aos grãos integrais e aos alimentos na sua forma mais natural.
  3. Coma diariamente pelo menos três porções de legumes e verduras como parte das refeições e três porções ou mais de frutas nas sobremesas e lanches.
  4. Coma feijão com arroz todos os dias ou, pelo menos, cinco vezes por semana. Esse prato brasileiro é uma combinação completa de proteínas e bom para a saúde.
  5. Consuma diariamente três porções de leite e derivados e uma porção de carnes, aves, peixes ou ovos. Retirar a gordura aparente das carnes e a pele das aves antes da preparação torna esses alimentos mais saudáveis.
  6. Consuma, no máximo, uma porção por dia de óleos vegetais, azeite, manteiga ou margarina. Fique atento aos rótulos dos alimentos e escolha aqueles com menores quantidades de gorduras trans.
  7. Evite refrigerantes e sucos industrializados, bolos, biscoitos doces e recheados, sobremesas e outras guloseimas como regra da alimentação.
  8. Diminua a quantidade de sal na comida e retire o saleiro da mesa. Evite consumir alimentos industrializados com muito sal (sódio), como hambúrguer, charque, salsicha, linguiça, presunto, salgadinhos, conservas de vegetais, sopas, molhos e temperos prontos.
  9. Beba de seis a oito copos de água por dia. Dê preferência ao consumo de água nos intervalos das refeições.
  10. Torne sua vida mais saudável: pratique pelo menos 30 minutos de atividade física todos os dias.

Hábitos diários no Colégio Medianeira

Incentivar hábitos saudáveis de alimentação para as crianças é uma das melhores maneiras de se garantir um adulto com saúde. Os costumes adquiridos na infância se consolidam pela vida toda. Então, uma rotina de refeições regulares e nutritivas deve ser parte da realidade dos pequenos. É preciso lembrar que a maneira mais correta de ensinar uma criança é pelo bom exemplo. Os passos iniciais consistem em evitar guloseimas com muito açúcar/gordura e com pouco valor nutricional, pois, mais que afetar a saúde, reduzem o apetite. Também é importante o acompanhamento médico para verificação com relação ao peso e desenvolvimento das crianças, além da detecção de alergias ou possíveis intolerâncias a alimentos.

Tendo todos esses fatores como imperativo, o Colégio Medianeira organiza a alimentação infantil de forma a oferecer todos os nutrientes fundamentais, tanto para sua evolução física quanto psíquica, explorando as possibilidades dentro de sala de aula diariamente. Segundo Fabiola Jessica da Silva Godoy, que atua na Educação Infantil, a preocupação com esse assunto já vem desde o primeiro contato com as famílias. “A gente sempre incentiva a alimentação saudável, desde a primeira reunião que é feita com os pais, a gente já fala sobre o consumo de frutas, sobre evitar alimentos industrializados… Então, já começa lá com a formação dos pais”, aponta a educadora.

Fabiola conta que “tudo começa com ‘o dia da fruta'”. Os pequenos são incentivados a lancharem frutas ao menos uma vez na semana e, em uma atividade prática, as crianças têm contato com outros conceitos além da alimentação saudável: maior/menor, cores, texturas, entre outros. Ao mesmo tempo, o incentivo ao contato com a natureza também faz parte do dia a dia dos pequenos. Visitando a Feira de Orgânicos que acontece no Colégio, explorando as possibilidades de produção com relação à Horta cultivada no Medianeirinha, nossos estudantes vivenciam sequências de atividades que demonstram a importância de uma nutrição balanceada.

Papo de Criança

Antenados com as evoluções tecnológicas, nossos pequenos dos 4º anos compartilham seus conhecimentos de um jeitinho muito espontâneo. No projeto do Núcleo de Ciências e Matemática, por exemplo, os pequenos soltaram a voz, produzindo vlogs sobre temas relacionados aos conteúdos aprendidos. O foco das primeiras produções é a alimentação saudável e o resultado dessa divertida experiência está disponível no Youtube, no canal “Papo de Criança“.