Centro de Artes

/Centro de Artes
Centro de Artes 2018-03-28T17:19:51+00:00

Centro de Artes

A Arte deve ser um elemento ativo dentro da estrutura escolar, contribuindo para que a livre expressão de sentimentos e ideias ganhe espaço na tessitura do conhecimento. O corpo/apreende e expressa, por meio de diversas linguagens, os saberes experimentados na emoção e no intelecto. Essa relação traduz-se em experiências originais que enriquecem o aprendizado na sala de aula, na vivência cotidiana e na visão de mundo: a Arte que integra as pessoas e os espaços, abrindo os olhos para os múltiplos focos da realidade.

Esse é o sentido da existência do Centro de Artes, a inserção cada vez mais ampla no contexto escolar e a integração com o currículo por meio de ações educativas, como as oficinas de Artes Visuais, Cinema e Fotografia, Dança, Teatro, Violão, Violino, Canto e Flauta Doce oferecidas no contra turno. Além da oferta das oficinas, busca-se a participação ativa na construção do projeto da escola, tanto nas discussões e seminários pedagógicos, como nos eventos especiais organizados coletivamente. Essa participação também acontece por meio de apresentações e atividades realizadas pelas oficinas para toda a comunidade escolar, em vários momentos do ano.

Mas o principal momento de socialização ocorre com a realização da Festa das Linguagens do Medianeira (FLIM), que oferece apresentações e atividades culturais e artísticas para os alunos, pais, e educadores durante uma semana.

Oficinas

Artes Visuais

A Oficina de Artes Visuais busca desenvolver a imaginação, a expressão criadora e sensível individual e coletiva, por meio de diferentes técnicas de pintura, modelagem e gravura.  Forma e conteúdo bi e tridimensionais são explorados e desenvolvidos pela experimentação e pesquisa de novos materiais, suportes e instrumentos artísticos, multiplicando o acesso e a interação dos estudantes com a Arte e o trânsito entre as linguagens.

Desenho, Pintura Acrílica e Aquarela, Gravura em madeira e linóleo, Collagraph e Modelagem com argila e papel são algumas das técnicas desenvolvidas com matizes, tons, formas, texturas e práticas artísticas que buscam narrativas poéticas, um novo olhar sobre si e o mundo.

Clique aqui para acessar os horários.

Clique aqui e saiba mais sobre o professor.

Cinema e Fotografia

Ver e fazer cinema. Essas são as atividades principais da oficina de Cinema e Fotografia, que visa à compreensão da estética, da história e dos modos de produção dessa que é a mais nova das artes. O processo privilegia o trabalho em grupo, a criatividade e a construção de um olhar crítico e inventivo frente às narrativas audiovisuais, possibilitando outras formas de expressão. A oficina também enfoca a fotografia, com exercícios práticos e constantes, em diferentes ambientes, estabelecendo uma profunda relação entre as diferentes linguagens.

Clique aqui para acessar os horários.

Clique aqui e saiba mais sobre os professores.

Dança

A oficina de Dança não prioriza o aprendizado de uma técnica específica, mas a investigação de como o corpo pode se relacionar com o mundo e se tornar o lugar para a experiência artística, na busca constante por um aluno mais crítico e sensível que possa intervir e ressignificar a realidade. Nas aulas o aprendizado é realizado com pesquisa de movimento, tessitura e apresentação de espetáculos em espaços internos e externos do Colégio, além da participação em projetos sociais.

Clique aqui para acessar os horários.

Clique aqui e saiba mais sobre o professor.

Teatro

O Teatro é a arte do Encontro. Nasceu há muito tempo, mas é também atual. Pois em um mundo cada vez mais digital, cada vez mais à distância, o teatro nos aproxima, valoriza o momento de estarmos juntos, criando, ouvindo e vendo uma boa história. O desafio de ser e estar no palco prepara o aluno também para a vida, estimulando a socialização, o senso crítico, ao mesmo tempo em que desenvolve a capacidade de lidar com suas próprias emoções e com as dos outros. Habilidades de construção e interpretação literárias serão trabalhadas em conjunto com as habilidades manuais desenvolvidas na construção de cenários, bonecos, adereços e figurinos.

Clique aqui para acessar os horários.

Clique aqui e saiba mais sobre o professor.

Violão

Nas oficinas de Violão o aluno entrará em contato com os mais diversos ritmos e linguagens da literatura musical e violonística, desenvolvendo a cada dia um senso crítico próprio, capaz de apreciar as diferentes culturas e identidades musicais. A oficina tem como objetivo ensinar aos participantes os fundamentos teóricos e práticos do violão e dar subsídios para a execução de canções, leitura musical e para a prática do instrumento individualmente e em grupo.

Clique aqui para acessar os horários.

Clique aqui e saiba mais sobre o professor.

Violino

Na Oficina de Violino o aluno terá uma formação voltada para a capacitação plena do instrumento, suas técnicas mais elaboradas, execução de diversos estilos musicais e conteúdo teórico que o capacitem à prática individual e a participar da Prática de Orquestra. A Prática de Orquestra, ofertada aos alunos da Oficina de Violino, tem como objetivo o aperfeiçoamento dos conteúdos estudados em aula e a troca de experiências e conhecimentos com os demais alunos, buscando a capacitação de alta performance musical.

Clique aqui para acessar os horários.

Clique aqui e saiba mais sobre o professor.

Canto

A arte de cantar tem despertado o interesse pela “cultura vocal” presente na mídia, nos meios de comunicação e em cada momento de nossa vida. A importância de cuidar da voz, de cantar, nos estimula ao aprimoramento vocal.  Com a evolução das óperas, cantatas e oratórios, o uso da impostação da voz, dicção, respiração, tornaram-se fundamentais para um bom desempenho vocal. Nosso intuito é trabalhar nesse sentido, oportunizando aos estudantes a arte de cantar, formando grupos vocais, bandas e coral.

Clique aqui para acessar os horários.

Clique aqui e saiba mais sobre o professor.

Flauta doce

A flauta doce é um instrumento de sopro de origem medieval, com oito furos tapados diretamente com os dedos. Ela produz um som suave por isso o nome “doce”. Como todo instrumento musical, para ser bem tocada, é necessário estudo de suas técnicas. Por isso, na oficina de flauta doce, os estudantes estarão imersos no universo da teoria e da prática musical com um repertório de variados estilos, dialogando com a música popular brasileira e a música erudita.

Clique aqui para acessar os horários.

Clique aqui e saiba mais sobre o professor.