Olá! Não sei se todos conhecem ou já ouviram falar do Projeto Poética do Espaço, que o Medianeira começou há cerca de 6 anos. A ideia é a seguinte: convidar artistas visuais paranaenses para transformar muros e paredes da escola – que serviam apenas para dividir espaços – em suporte para obras de arte.

Olha, é realmente um barato. Aquela parede cinza, pra qual ninguém dava nada, aquele muro externo que vivia pichado, tudo pode se transformar numa obra de arte.

No momento, contamos com 12 obras espalhadas pelo colégio. 3 delas, feitas mais ou menos na mesma época, ganharam registro audiovisual, numa espécie de documentário que registrou desde o processo de elaboração até a conclusão da obra.

Veja como foram feitos o Mural do conhecimento, do Marcelo Weber, o Jogo da velha, do Paulo Assis e Davi e Golias, trabalho em escultura de Jonas Correa.

O documentário está dividido em duas partes. Mais abaixo, você poderá ver fotos de outras obras e, em um dos podcasts ao lado, saberá mais sobre a última, que fizemos há pouco mais de um mês no local onde começou a funcionar a Biblioteca Anárquica*.

Tomara que gostem:

O nome do projeto – Poética do Espaço – vem de um livro com esse nome, do filósofo-poeta Gaston Bachelard. Uma espécie de pensamento-síntese pode ser lido em:

“Cobrimos o universo de nossos desenhos vividos. Esses desenhos não precisam ser exatos. Apenas é preciso que sejam tonalizados pelo modo de ser do nosso espaço interno (…). O espaço chama a ação, e antes da ação a imaginação trabalha. Ela ceifa e lavra”

(Gaston Bachelard)

Para ver fotos de outras obras, basta clicar aqui.

Aquele abraço.

Cezar Tridapalli

* A Biblioteca Anárquica foi uma iniciativa do professor de literatura Marcelo Sanches, com o apoio da coordenação do Ensino Médio. Nela, alunos levam e trazem livros sem prazos definidos, e sem controle algum, a não ser o mais importantes deles: a consciência.