O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) disponibilizou os dados detalhados do desempenho das escolas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Fazem parte da métrica tanto as médias totais quanto as médias separadas de cada uma das provas objetivas, mais os números relativos às das provas de redação. Além disso, os dados referentes às escolas propriamente ditas, como nível socioeconômico, taxa de rendimento, porte do estabelecimento e adequação da formação dos professores, também são demonstrados.

A primeira divulgação dos microdados do Enem por Escola aconteceu em 2005, oito anos após a criação do exame. Já em 2017, o Inep anunciou o encerramento da medição em função da inadequação do uso dos resultados como indicador de qualidade do ensino médio e do uso inapropriado, feito pela mídia e alguns gestores educacionais, que buscavam ranquear as escolas.

Neste ano, no entanto, a Folha publicou uma tabulação exclusiva, feita a partir dos dados brutos disponibilizados pelo instituto. Analisando o desempenho no ano de 2018, demonstra, como resultado, uma lista de 11.212 escolas. Desse total, 51% são privadas e o restante, públicas. Nessa métrica, foram incluídos apenas candidatos que não zeraram em nenhuma das provas objetivas e na redação. A média de cada escola escola só foi calculada se pelo menos metade dos concluintes tiverem participado do Enem.

O Colégio Nossa Senhora Medianeira ficou em terceiro lugar nesse levantamento: