Cuidados com a saúde no outono/inverno

As baixas temperaturas e a chegada do inverno aumenta o risco e a frequência da transmissão de doenças

03/03/2020 Notícias| Saúde, Gripe, Influenza, Coronavírus

Com as baixas temperaturas e a chegada do outono/inverno, os cuidados com a saúde devem ser reforçados. O clima, nesta época do ano favorece o agrupamento de pessoas em locais fechados e, consequentemente, aumenta o risco e a frequência da transmissão de doenças. Além disso, o tempo frio e úmido também favorece a sobrevivência de vírus como o Influenza e os Coronavírus por mais tempo no ambiente.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera a gripe como um grande desafio, pois afeta pessoas no mundo todo. A vacinação é a maneira mais eficaz de prevenir a doença, mas medidas de prevenção e de controle devem ser adotadas, sobretudo no que diz respeito a hábitos pessoais. A transmissão dos vírus acontece por via respiratória, geralmente pela inalação de partículas de secreção infectada em suspensão no ar. Sendo assim, lembre-se:

Por isso, reforçando a preocupação com a saúde de seus estudantes e educadores, o Colégio Medianeira inicia uma campanha de prevenção contra doenças típicas de inverno. A partir de ações simples, tais como frequente lavagem das mãos com água e sabão e uso de álcool gel, limpeza e arejo dos ambientes – mantendo portas e janelas abertas –, cuidados com a higiene pessoal e atenção com objetos de uso individual, garantimos a prevenção no ambiente escolar, minimizando a contração e a transmissão de doenças infecciosas.

Reiteramos, ainda, a necessidade de cuidados com relação ao Sarampo. A única maneira de evitar essa doença é pela vacinação. Sua transmissão ocorre quando a pessoa infectada tosse, fala, espirra ou respira próximo de outros indivíduos. Confira aqui os endereços e horários das Unidades Básicas de Saúde que oferecem a vacina.

Outro ponto importante é o movimento do Medianeira para combater o mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, Zica vírus e febre Chikungunya. Ações de manutenção e zeladoria são implantadas diariamente para impedir o acúmulo de água nas áreas do Colégio. O trabalho em sala de aula, via currículo, objetiva conscientizar estudantes, educadores e familiares quanto à necessidade de erradicação do mosquito e da prevenção dessas doenças.

Solicitamos que, mediante suspeita de qualquer doença do gênero, o estudante seja imediatamente levado ao médico e, em caso de confirmação, permaneça em casa pelo período necessário indicado pelos órgãos competentes. Os pais ou responsáveis devem informar a situação à coordenação de Unidade de Ensino para que haja ciência, acompanhamento dos casos e para que sejam tomadas providências pedagógicas para com o estudante. No retorno às aulas, o atestado médico deverá ser entregue para a(o) Auxiliar de Coordenação.

Acesse o Site do Ministério da Saúde para acompanhar as atualizações com relação às doenças infecciosas de inverno. Além disso, clique aqui para entender os Coronavírus e saber como se proteger.